set 162010
 

John Williams é um dos mais conceituados violonistas da atualidade (não confundir com o compositor homônimo de trilhas sonoras).  Nascido na Austrália, foi cedo estudar em Londres, onde reside atualmente. Aos 12 anos de idade a paixão com o violão o levou para a Espanha, para estudar violão com o mestre Andrés Segovia.

O que mais impressiona é sua precisão. Seu nível é tão elevado, que qualquer CD, SACD, DVD ou Bluray que você comprar dele  será uma grande aquisição e você os ouvirá centenas de vezes. Há dez anos eu escuto os CDs dele e nunca me cansei de ouvir.

Sua discografia vai de Bach à músicas de cinema (diga-se de passagem um CD maravilhoso: John Williams plays the movies), passando por compositores espanhois, paraguaios e um CD só de compositores venezuelanos (El Diablo Suelto). Eu gosto de todos os CDs dele, embora eu goste também de outros violonistas e acabei por estabelecer algumas preferências pessoais de ouvir um ou outro conforme o compositor.  As suites de Bach, por exemplo, eu prefiro com Göran Sölscher no violão de 11 cordas. Já para os choros e estudos de Villa-Lobos, eu prefiro o violonista uruguaio Alvaro Pierri. Os dois serão retratados aqui nas próximas semanas e também David Russel, Paul Galbraith, Juliam Bream e Fábio Zanon.

Mas quando se trata das músicas de Agustin Barrios Mangoré (1885-1944), um genial compositor paraguaio cujas obras exigem um virtuosismo excepcional do solista, tenho uma predileção especial por ouvir John Williams. Ninguém, na minha opinião, toca Barrios tão bem quanto Williams, tirando o próprio Barrios,  é claro (mas as gravações são muito antigas e eu prefiro o estéreo perfeito de uma gravação recente como a do CD From the Jungles of Paraguay: John Williams Plays Barrios). Esta é a razão pela qual eu selecionei vários vídeos de Jonh Williams interpretando Barrios: para mostrar seu virtuosismo. É absolutamente maravilhoso. Se você fechar os olhos vai pensar que tem dois violões tocando. Mas dois violões só tem no último vídeo, ele e Julian Bream tocando Clair de Lune, de Debussy em uma apresentação que você não pode deixar de ver.

John Williams plays Sueno en la Floresta by Agustin Barrios Mangore

John Williams – La Ultima Cancion – Agustin Barrios Mangore

John Williams plays Valsa op. 8  nº 4 de Agustin Barrios Mangore

John Williams plays Julia Florida by Agustin Barrios

John Williams plays Danza Paraguay by Agustin Barrios

Aqui, o encontro com outro grande violonista, o inglês Julian Bream, numa adorável apresentação, tocando Clair de Lune, de Debussy. Imperdível!

John Williams & Julian Bream: C. Debussy – Clair de Lune

Artigos relacionados:

  2 Comentários para “John Williams”

Comentários (2)
  1. Boa tarde
    Procuro por este cd :Concierto de Aranjuez – John Williams, BBC Proms 2005. Full Concert HQ
    Obrigado

  2. johan williams um ótimo violonista se não é o melhor do mundo,parabens

 Escreva um comentário

(requerido)

(requerido)

Você pode usar estas HTML tags e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>