out 062010
 
Por Luigi Rotelli

Carla Bruni Tedeschi Sarkozi, a atual primeira dama da França, é filha de um renomado compositor de música clássica, Alberto Bruni Tedeschi (1915-1996) e de uma brilhante concertista de piano, Marisa Borini, muito conceituada entre críticos especializados. Sua carreira musical, em sequência a sua bem sucedida carreira de top model, deu-se, portanto, em bases familiares sólidas. Sua irmã, Valeria Bruni Tedeschi, é atriz (entre muitos filmes, fez a personagem Sylvie no filme Munique, de Steven Spielberg, em 2005) e diretora de cinema.

A família italiana, muita rica, tinha uma importante indústria de pneus que depois foi vendida para a Pirelli. Em 1973 eles mudaram-se para a França, supostamente para escapar às ameaças de sequestro feitas pelas Brigadas Vermelhas, organização de esquerda que cometia atentados e assassinatos na Itália (a mesma da qual fez parte Cesare Battisti, do famoso caso de extradição julgado no STF ano passado). Carla Bruni, então com 5 anos, cresceu e foi educada na maior parte do tempo na França, o que explica o seu perfeito francês.

Recentemente, revelou-se na imprensa algo que ela e a família já sabiam há muitos anos: que seu pai biológico é na verdade Maurizio Remmert, um industrial italiano radicado no Brasil, por sinal uma pessoa muito discreta e distinta, que agiu com muita dignidade, evitando que os tablóides obcecados por futilidades desse ao fato proporções de escândalo.

E Carla Bruni, além de muito bonita e interesssante, tem talento de fato: é ela quem faz as letras e compõe a maioria de suas músicas. E sua voz, mesmo limitada, é muito sensual, às vezes some em um sussuro e acende a imaginação.

Ela tem 3 Cds. Sem medo de errar, o primeiro, de 2002, Quelqu’un m’a dit, cuja música título é aquele primeiro vídeo acima, é o melhor deles e quase todos os vídeos que eu selecionei abaixo, com exceção dos dois últimos, são também de músicas deste cd.

Raphael

Le plus beau du quartier

Le toi du moi

L’amour

No segundo cd, No Promises, ela canta em inglês poemas musicados de grandes nomes da literatura, como William Butler Yeats (1865- 1939), W.H. Auden (1907-1973), Emily Dickinson (1830-1886), Christina Georgina Rossetti (1830-1894) e Dorothy Parker (1893-1967):

Those Dancing Days Are Gone – CD: No Promises

E o último cd foi lançado em 2008, já como primeira dama, como se nada tivesse acontecido, Comme Si de Rien N’Etait:

Tu es ma came – CD: Comme Si De Rien N’Etait

Em breve ela vai estrear no cinema no papel de uma guia turística no museu Rodin, na comédia romântica Midnight Paris, de Woody Allen. O elenco inclui Adrien Brody, Kathy Bates, Owen Wilson, Marion Cotillard and Rachel McAdams.

Artigos relacionados:

  3 Comentários para “Carla Bruni”

Comentários (3)
  1. BELA,NOBRE,REFINADA,CATIVANTE………..

  2. Sem dúvida, ela não se projetou à sombra de Nicolas Sarkozy,
    ela já tinha raízes culturais muito fortes, além do poderio econômico,
    daí percebe-se que o fato de ser modelo é algo secundário.
    Importa o seu ‘potencial’ e isto é inegável, sua empatia, seu porte tranquilo, nobre,
    tudo isto ela repassa para sua arte – cativante!
    Sempre admirei sua pronúncia perfeita em francês, mas só aqui compreendi a razão!
    Possuo os três CDs dela, independente de qualquer justificativa, meu ‘ouvido’
    foi o juiz,. A cada breve comentário que conheço a seu respeito,
    percebi que minha avaliação não foi equivocada.
    Excelente o texto e indicações. Parabéns pelo site!

  3. É mais discreta do que pensava. Bela e elegante. Lembra uma Françoise Hardy. Acho que depois das grandes emissões de voz de uma geração de Piaffs, surgem na França cantoras que sussurram. A coragem de que lhe levou a defender Sakineh deveria lhe levar a soltar um pouquinho mais a sua voz. “No Promisses” tem textos de uma excelente seleção de autores, o que aguça a curiosidade. Midnight Paris é uma bela homenagem bem acompanhada da França. Como primeira-dama ela superou expectativas.

 Escreva um comentário

(requerido)

(requerido)

Você pode usar estas HTML tags e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>